segunda-feira, 17 de junho de 2019

Mulher morre após sofrer choque elétrico ao ligar bomba de água em Riacho das Almas

Caso ocorreu na zona rural. Ela estava lavando o banheiro quando o caso ocorreu.

imagem ilustrativa 

Uma mulher morreu após sofrer um choque elétrico no domingo (16), emRiacho das Almas, no Agreste de Pernambuco. O caso aconteceu à noite, no Sítio Lagoa de Três Irmãos, na zona rural do município.

De acordo com a família da vítima, Valdilane Gomes de Moura, de 27 anos, estava lavando o banheiro quando precisou ligar uma bomba para encher a caixa de água. Teria sido nesse momento que ela sofreu a descarga elétrica.

Ainda segundo os familiares, ela foi levada para um hospital da cidade, mas deu entrada na unidade de saúde já morta. O corpo de Valdilane foi levada para o Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru.


Do G1 Caruaru

Número de homicídios em Pernambuco tem redução de 16% em maio de 2019, diz SDS



Em maio de 2019, foram registrados 299 homicídios em Pernambuco, segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS). O número é 16% menor que os 356 casos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) ocorridos em maio de 2018. Os dados foram divulgados neste domingo (16) pelo governo.
Entre janeiro e maio de 2019, foram 1.505 casos registrados. Esse número equivale a uma redução de 22,7% em relação aos 1.948 assassinatos contabilizados no mesmo período de 2018.

De acordo com o governo estadual, maio é o 18º mês seguido em que há redução no comparativo entre os meses do ano anterior e do atual, numa sequência iniciada em dezembro de 2017. No referido ano, o estado teve o maior número de homicídios em 14 anos, chegando a 5.427 assassinatos ao longo de 12 meses.
Do total de homicídios em maio de 2019, 68,9% dos casos têm relação com o tráfico de drogas, acertos de conta ou outras atividades criminosas, o equivalente a 206 ocorrências. O Agreste teve a maior redução, de 29,9%, nos CVLIs: foram 68 casos em maio de 2019 e 97 no mesmo mês do ano anterior.
Feminicídio
O número de feminicídios registrados caiu pela metade: foram três vítimas em maio de 2019 e seis no mesmo mês do ano passado. Os casos de estupro caíram 1,88%, de 197 para 239 no mesmo período comparativo.
Em maio deste ano, houve 3.439 casos de violência doméstica e familiar contra a mulher. Isso representa uma redução de 0,8% com relação a maio de 2018, quando houve 3.468 ocorrências.
/
 G1 Pernambuco.

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude inicia ciclo de orientações sobre 13º do Bolsa Família nos municípios




Com o intuito de disseminar as orientações do 13º do Bolsa Família para todo Estado, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude deu início, nesta segunda-feira (17), a um processo interiorização das informações do programa. A cidade de Surubim, no Agreste Setentrional, foi a primeira a receber a caravana da SDSCJ, que irá visitar, ao longo do ano, todas as cidades pernambucanas para apresentar a iniciativa. O objetivo é fazer com que todos os pernambucanos cadastrados no Bolsa Família conheçam os detalhes do benefício concedido pelo Estado. Nesta terça-feira, a ação será realizada em Chã Grande (Mata Sul)

Em Surubim, mais de duas mil pessoas acompanharam a apresentação e tiraram dúvidas do funcionamento do programa. O secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes, foi o responsável por representar o governador Paulo Câmara e fazer uma breve apresentação da iniciativa. “Iniciamos, hoje, uma nova etapa de execução do programa 13º do Bolsa Família, levando para cada município pernambucano as informações necessárias para que a população mais carente do nosso Estado conheça todos os detalhes desse novo benefício”, afirmou o gestor.
Durante o evento, Sileno Guedes lembrou que em quatro meses da gestão, Paulo Câmara tirou do papel um dos seus compromissos como governador reeleito. “O Bolsa Família, como todos já sabem, virou uma conquista para a população brasileira e em Pernambuco o governador Paulo Câmara, ainda no ano passado, teve a sensibilidade de enxergar além e ofereceu mais uma parcela para as pessoas que mais precisam”, afirmou.

Representando o Executivo municipal, a prefeita Ana Célia Farias destacou a importância do programa para Surubim, que tem mais de 30 mil beneficiários do Bolsa Família,  o que representa 49% da população. “Esse recurso aqui injetado na nossa economia é muito importante. A gente sabe o que isso significa para vocês e como movimenta a economia”, afirmou.

Em seguida, a equipe técnica da SDSCJ, representada pelo secretário-executivo de Assistência Social, Joelson Rodrigues, falou sobre os detalhes da sistemática das notas fiscais, tirando dúvidas da população sobre os valores recebidos, os materiais que podem ser contabilizados na hora da nota e o calendário de pagamentos. A secretária municipal de Assistência Social, Penélope Andrade, também participou da atividade.

Moradora de Surubim, a dona de casa Josineide Vanice dos Santos, 51 anos, comemorou a iniciativa do governo estadual. “Esse dinheiro é muito importante. Tenho um filho e recebo R$ 170. O dinheiro extra vai ser muito bom para todo mundo. É uma boa ajuda”, afirmou.

Sobre o Programa - A iniciativa vai conceder anualmente uma parcela extra do benefício de até R$ 150,00 aos pernambucanos beneficiários do programa federal. Atualmente, 1.178.975 famílias são atendidas pelo Bolsa Família em Pernambuco, o que representa 35% da população do Estado. Com isso, a gestão estadual irá injetar cerca de R$ 175 milhões na economia por ano.
Para quem recebe abaixo de R$ 150,00, o programa estadual prevê a ampliação do valor através da inserção do CPF na Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica – NFC-e.  Essa norma já está em vigor desde o dia 29 de março e é válida para os 14 mil estabelecimentos credenciados com nota fiscal eletrônica. O período de apuração vai até 31 de janeiro de 2020. Para participar do Programa, não será necessário fazer inscrição ou adesão, basta ser beneficiário do Bolsa Família e estar regular com as exigências do Programa Federal.


-- 
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 

domingo, 16 de junho de 2019

PREFEITO DO BREJO VOLTA A ENTREGAR CASAS AOS MORADORES DO SÍTIO BANDEIRAS






 O prefeito do Brejo da Madre de Deus, Agreste Central de Pernambuco, Hilário Paulo (PSD), entregou durante a tarde de ontem, 15 de junho, mais cinco moradias construídas em alvenaria, retirando famílias que viviam em situação de vulnerabilidade, residindo em casas de taipa, no Sítio Bandeiras na zona rural do município.



 Na oportunidade, o prefeito Hilário Paulo destacou que essa é a primeira vez que a população do Sítio Bandeira sente um governo atuando de forma participativa na comunidade.
 “Os políticos vinham aqui apenas em época de eleição, prometer e ganhar os votos desses moradores. Eu não prometi, não vim aqui na eleição, mas estou transformando a vida dessas pessoas que ao longo de suas vidas sempre moraram em uma casa construída de barro. O Bandeira é um lugar que merece o meu respeito e que tem o meu respeito”, destacou.


Já o vereador Silvano Pereira (PSD), falou que outras ações já foram executadas no povoado, destacando a reforma e ampliação da escola que também teve suas salas de aulas climatizadas, melhoria das estradas e a futura construção de um posto de saúde.

 “Essa ação é uma mostra do compromisso do prefeito Hilário com a população aqui do Sítio Bandeiras. Com a entrega das casas, benefícios das estradas, com o compromisso do vereador Silvano que prometeu aqui na campanha, de fazer um posto de saúde e já estamos regularizando um terreno para fazer o posto e beneficiar mais ainda a população”, enfatizou.

 Falando sobre a importância do programa, o secretário de Obras, Everton Jó, destacou que diretamente, mais de 150 moradores estão sendo contemplados.
 “Através desse programa, que é a primeira etapa do PNHR, são cerca de 32 casas aonde mais de 150 pessoas serão beneficiadas diretamente”, pontuou.

 Uma das contempladas pelo programa, descreveu como era a casa aonde residia antes de receber um imóvel construído em alvenaria.
 “Era uma casa muito pequena, só um salãozinho, com cinco filhos, era um sofrimentos muito grande, uma casa muito apertada, muito baixa, as paredinhas de barro caindo aqueles torrão, eu passava barro, alisava as paredes, alisava o chão, era tudo na terra, muita poeira, quando chovia era muita goteira nas paredes, muita água por dentro de casa, era muito sofrimento mesmo, mas hoje em dia, agradeço primeiramente a Deus e depois ao prefeito Hilário... Minha vida agora vai mudar, minha vida já mudou com essa casa, estou muito feliz, muito obrigado”, agradeceu, bastante entusiasmada, a moradora Dona Salvanir.

 “É um sonho dos moradores da comunidade do Bandeiras, prefeito Hilário trazendo dignidade para esse povo aqui do Sítio Bandeiras e a gente fica muito feliz, pois passou prefeito aqui oito anos prometendo fazer essas casas e nunca fizeram, mas o prefeito não prometeu e trouxe essas casas”, destacou o vereador Professor Marconi.

 O vereador Laelson do Sindicato (PT), em entrevista concedida ao Blog, informou que aos poucos, a realidade da população mais carente do município estar sendo modificada.
 “Essa realidade estar sendo mudada aos poucos graças ao esforço tremendo do prefeito Hilário juntamente com toda sua equipe e os vereadores que apesar de estarmos em menor número, estamos dando um suporte muito interessante ao prefeito Hilário para continuar realizando sonhos em todos os locais de nosso município”.

  Por fim, seu José João, de 81 anos de idade, que nasceu no Sítio Bandeiras e viveu durante todo esse tempo em uma casa de taipa, falou sobre a expectativa de receber uma casa nova.
 “Minha casinha era de taipa, aí foi derrubada e agora se Deus quiser vou viver em uma melhor”.
 Com essas, o prefeito Hilário Paulo já entregou 16 das 32 casas que serão construídas através do PNHR – Programa Nacional de Habitação Rural.

Do: Blog Agreste Notícia

Polícia Militar destrói mais de 20 mil pés de maconha em Serra Talhada

Plantações foram encontradas em quatro locais diferentes do Sítio Mocós, na zona rural.



A Polícia Militar destruiu mais de 20 mil pés de maconha na zona rural de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, no sábado (15). Segundo a PM, as plantações foram encontradas em quatro locais diferentes do Sítio Mocós, no total, foram 20.922 pés de maconha.


Durante a ação policial, quatro suspeitos trocaram tiros com a polícia e fugiram em seguida. Dentro de uma residência, os policiais encontraram documentos pessoais, um celular e 90 gramas de maconha pronta para consumo.

Todo material foi levado para a Delegacia de Polícia Civil. Até o momento desta publicação, ninguém havia sido preso.

Do G1 Caruaru 

Joaquim Levy pede demissão da presidência do BNDES

Saída de Levy do banco de fomento é mais uma crise do governo Bolsonaro



Folha de S.Paulo - Alexa Salomão, William Castanho e Bernardo Caram
O economistaJoaquim Levy renunciou à presidência do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) neste domingo (16).
“Solicitei ao ministro da Economia, Paulo Guedes, meu desligamento do BNDES. Minha expectativa é que ele aceda”, disse Levy, em mensagem enviada a Guedes.
O economista afirmou que agradece a lealdade, dedicação e determinação de sua diretoria. “Agradeço ao ministro o convite para servir ao País e desejo sucesso nas reformas.”
No sábado (15), o presidente disse estar “por aqui” com o economista. Ele afirmou que Levy estava “com a cabeça a prêmio” havia algum tempo.
O estopim, segundo Bolsonaro, foi a indicação de Marcos Barbosa Pintopara a diretoria de Mercado de Capitais do banco. Ele integrou o governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
Levy chegou ao comando do banco a convite de Guedes. Assim como o ministro, ele fez doutorado na Universidade de Chicago —reduto do pensamento econômico liberal.
Ele trabalhou em dois governos petistas. Primeiro foi secretário do Tesouro Nacional de Lula.Depois, como ministro da Fazenda de Dilma Rousseff (PT), no primeiro ano do segundo mandato, enfrentou obstáculos para ajustar as contas públicas e saiu do governo.
resistência de Bolsonaro a Levy vem desde o governo de transição. Presidente eleito, em novembro de 2018, ele disse que, ao aceitar a indicação, precisava “acreditar em Guedes”.

Na ocasião, Bolsonaro afirmou que “houve reação” ao nome de Levy por ele ter “servido à Dilma e ao [ex-governador do Rio do Janeiro Sérgio] Cabral”. Ele foi secretário de Finanças.
Antes de assumir o cargo de presidente do BNDES, Levy foi diretor financeiro do Banco Mundial, em Washington. Também trabalhou como técnico do FMI (Fundo Monetário Internacional).
No setor privado, o economista foi diretor do Bradesco.
Barbosa Pinto, neste sábado, enviou uma carta a Levy, à qual a Folha teve acesso, para renunciar ao cargo.
Bolsonaro havia dito pouco antes que o presidente do BNDES tinha de demitir o advogado ou seria demitido até esta segunda-feira (17).
O advogado, que foi assessor e chefe de gabinete da presidência do BNDES em 2005 e 2006, afirmou ter “muito orgulho” da própria carreira.
Ele, informalmente, ajudou o governo petista na elaboração de projetos de PPPs (parcerias público-privadas).
Em entrevista à revista Capital Aberto, Barbosa Pinto disse que colaborou na criação do Prouni, programa que concede bolsas a alunos carentes, com então ministro da Educação, Fernando Haddad (PT), em 2008. Bolsonaro venceu Haddad no ano passado.
Barbosa Pinto atuou ainda na CVM (Comissão de Valores Mobiliários).
No setor privado, de 2011 a 2018, foi sócio de Arminio Fraga, ex-presidente do Banco Central, na Gávea Investimentos. Integrou conselhos de administração de diversas empresas.
O advogado recebe elogios de economistas. A decisão de enviar a carta, mesmo sem ter conseguido conversar com Levy, foi para demonstrar que não tem engajamento partidário.
A intenção de não ser usado como pivô de disputa política na aérea econômica do governo pesou na decisão. Ele tomou posse na quarta-feira (12) e começaria a trabalhar na segunda.
Guedes indicou insatisfação com o trabalho de Levy à frente do BNDES em entrevista a Gerson Camarotti, do G1, neste sábado.
“O grande problema é que Levy não resolveu o passado nem encaminhou solução para o futuro”, afirmou o ministro.
Guedes referia-se a investigações de possíveis responsáveis por empréstimos concedidos pelo banco a empreiteiras, nos governos do PT, para obras no exterior. Em troca, elas pagariam propina.
Até o momento, nenhum funcionário do banco foi apontado como participante do esquema, mas Bolsonaro e Guedes insistem no discurso de abrir a caixa-preta do BNDES.
Outro motivo de descontentamento do ministro com Levy é a resistência do economista em devolver o dinheiro injetado no BNDES no passado.
Guedes já disse que espera receber R$ 126 bilhões neste ano, mas Levy não se comprometeu com a cifra. Os recursos são tratados como necessários para ajudar no ajuste fiscal do governo.
Na quinta-feira (13), o governo anunciou a saída do general Carlos Alberto dos Santos Cruz, após seguidas crises com os filhos do presidente.
Em encontro com jornalistas, Bolsonaro disse na sexta (14) que demitiria também o general Juarez Aparecido de Paulo Cunha da presidência dos Correios por ter comportamento sindicalista.
Nesse mesmo dia, após críticas de Guedes ao relatório apresentado pelo deputado federal Samuel Moreira (PSDB-SP), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o governo é uma “usina de crise”.
No sábado, foi a vez de Bolsonaro ameaçar Levy.
O general do Exército da reserva Franklimberg Ribeiro de Freitas deixou a Funai (Fundação Nacional do Índio) na terça (11).
Desde o começo do ano, o governo registra quedas de nomes ligados à ala ideológica e militar.
Já deixaram o governo, além de Santos Cruz, Ricardo Vélez Rodríguez (ex-ministro da Educação) e Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral).
A Apex (Agência de Promoção de Exportações do Brasil) já foi comandada por Alecxandro Carreiro e Mario Vilalva.
Três já foram demitidos da presidência do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas), do MEC.

Suspeito é detido com arma de fogo após tentar se esconder da polícia na Vila Canaã



Um indivíduo de 19 anos de idade foi detido com uma arma de fogo no início da madrugada deste domingo (16) pelo efetivo do BEPI, em um bar na Vila Canaã, próximo ao município de Toritama.
A equipe realizava a operação “Madrugada Segura”, e ao chegar um bar o efetivo percebeu a presença de Alex Chagas dos Santos, que ao ver a aproximação da polícia, acabou jogando um revólver dentro de um cesto de lixo e em seguida, tentou se esconder ao entrar rapidamente dentro de um banheiro do estabelecimento.
Ao visualizar a cena, o BEPI se dirigiu ao cesto e recolheu o revólver calibre 38. Alex Chagas foi detido e conduzido para a delegacia de polícia de Santa Cruz do Capibaribe, com ele foi encontrado um valor equivalente a R$ 1.500 em espécie.
Blog do Ney Lima 

Carteira de identidade deve ficar mais barata e fácil de tirar em Pernambuco



As dificuldades que muitos pernambucanos enfrentam na hora de tirar a carteira de identidade - como problemas de agendamentos, tempo gasto e o alto custo - estão perto de terminar. O presidente da Assembleia Legislativa de PE, deputado Eriberto Medeiros (PP), propôs ao governo do estado mudanças nos critérios para a reemissão do documento e redução do valor. 

A proposta é criar um taxa única para as demais vias do documento, uma vez que a primeira é gratuita, além de mudar o formato atual de confecção das carteiras do manual para o digital. As conversas nesse sentido entre o presidente da Assembleia Legislativa e o governo do estado estão avançadas. 

A previsão é que até setembro o novo sistema para retirada da carteira de identidade seja implantado graças a um ofício emitido no ano passado pelo presidente da Alepe à Casa Civil, relatando o problema.

“Quando assumi o governo de Pernambuco, determinei à procuradoria que fizesse um estudo para a redução e unificação do valor do documento. Depois tive uma conversa com o governador Paulo Câmara que se sensibilizou e tomou providências. Há poucos dias tive informações que a modernização do sistema está muito avançada. As pessoas terão acesso fácil e imediato para ter sua identidade”, adiantou Eriberto.

De acordo com o deputado, alguns pontos estão sendo discutidos entre a Alepe e o Governo para implantação do novo sistema. “O primeiro deles é o acesso, pois a população enfrenta dificuldades para fazer o agendamento. O segundo é a demora, a lentidão para tirar o documento. Outro ponto crucial é o valor. O preço precisa ser reduzido e ter um único valor. Os valores hoje são escalonados e variam de R$ 22, 61 a R$ 90,51”, explicou o parlamentar. 
Na avaliação do presidente da Alepe, a maneira como a identidade é emitida ainda é muito antiga. “É da forma que se tirava há 40, 50 anos, com aquele mela-mela de dedos”, afirmou.

Como exemplo de um modelo moderno que precisa ser implantado é o adotado para confecção da carteira de motorista e título de eleitor. “É o digital, o biométrico. Uma forma rápida e digitalizada”, comentou.

Ainda segundo o deputado Eriberto Medeiros, por se tratar de matéria financeira, a iniciativa não pode partir do Legislativo, mas do Executivo. “É importante o governo enviar a mudança da lei para a Assembleia. A pessoa trabalha o mês inteiro para ganhar um salário mínimo e sustentar a família. Às vezes é furtado, assaltado e ainda é penalizado com o pagamento de até 90 reais para conseguir uma nova cédula de identidade. O povo não pode pagar essa conta”, enfatizou.

sexta-feira, 14 de junho de 2019

FORRÓ DO BAIXINHO SERÁ REALIZADO NO PRÓXIMO SÁBADO (15)



 Em 2019, o Brejo da Madre de Deus ganha mais um evento que deve virar tradição do município. Estamos falando do ‘Forró do Baixinho’ que terá sua primeira edição no próximo sábado (15) no Sítio Olho D’Água do Púcaro na zona rural, com os shows de Bedeu Quirino e a banda Decentes do Forró.

 A festa de apoio e alusão ao prefeito Hilário Paulo é realizada pelo irmão do gestor, popularmente conhecido como Dada, na casa de seu Paulo e da professora Dona Xotó, pais de Hilário.
 “Será um momento de confraternização, aonde vamos com muito forró, comemorar esse período junino, a maior festa popular do nordeste”, explicou o organizador do evento.

Do: Blog Agreste Notícia

Joel da Harpa preocupado com decisão do STF sobre homofobia



A partir de agora, como Católicos e evangélicos poderão pregar? Qual será o limite entre uma interpretação bíblica e um ato considerado criminoso? O Deputado Joel da Harpa está preocupado com a decisão do Supremo Tribunal Federal ( STF)  permitiu a criminalização da homofobia e transfobia. Os ministros consideraram que atos preconceituosos contra homossexuais e transexuais devem ser enquadrados no crime de racismo.

Ora, a bíblia não prega a homofobia mas ela é clara quanto ao homossexualismo. Deus criou o sexo para ser feito apenas entre um homem e uma mulher, e apenas se forem casados. (Gênesis 1:27, 28, Levítico 18:22; Provérbios 5:18, 19) A Bíblia condena a fornicação, quer entre pessoas do mesmo sexo quer entre pessoas de sexos diferentes. (1 Coríntios 6:18) Isso inclui ter relações sexuais, acariciar os órgãos genitais de outra pessoa e outras práticas sexuais.

Para o parlamentar, não caberia ao STF uma decisão tão polêmica e cabe ao Congresso Nacional legislar sobre tema tão delicado, pois mexe com crenças religiosas de diversas denominações e de milhões de pessoas. Daqui a pouco, as igrejas terão de fechar as portas e rasgar a bíblia.


Blog Pont de Vista

PREFEITO DO BREJO PARTICIPA DO LANÇAMENTO DO MAIOR PROGRAMA DE ALFABETIZAÇÃO DA HISTÓRIA DE PERNAMBUCO



O evento aconteceu no Teatro Guararapes (Centro de Convenções) em Olinda-PE com a presença do governador Paulo Câmara e de várias autoridades políticas do estado.

 “O programa Criança Alfabetizada é a maior iniciativa do Estado na área de Educação. Foi apresentado a sociedade pernambucana os eixos estratégicos da ação que contará com a participação dos municípios que aderirem à iniciativa. O objetivo do programa é garantir a alfabetização, até os sete anos de idade, de todos os estudantes da rede pública do Estado. A expectativa é de que cerca de 330 mil crianças sejam beneficiadas, transformando a ação no maior programa de alfabetização já realizado na história de Pernambuco”, pontuou Hilário Paulo.

 Acompanharam o prefeito brejense, a secretária municipal de Educação, Adriana Marinho e a primeira dama Maria da Paz (Nininha).



Do: Blog Agreste Notícia

Polícias Militar e Civil realizam Operação São João Seguro em Ibimirim

Homem foi preso suspeito de cometer crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e comércio ilegal de munição.



Na manhã desta sexta (14), a Polícia Civil, por meio de investigação desencadeada pela 23ª Delegacia de Polícia de Homicídios de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, em conjunto com a Polícia Militar, deflagrou a Operação São João Seguro em Ibimirim.

Segundo a Polícia Civil, foram expedidos cinco mandados de busca. A ação operacional contou com um efetivo de 40 policiais civis e militares. A ação resultou em uma prisão em flagrante de um homem suspeito de cometer crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e comércio ilegal de munição.

O suspeito tinha em depósito, no estabelecimento comercial, 16 munições, uma munição, um estojo de munição, farto material para recarga de estojos e armas artesanais como espoletas, chumbo, pólvora e buchas. Além disso, também foi apreendido um revólver com sinal identificador suprimido.
O homem, preso em flagrante durante a Operação São João Seguro, passará por audiência de custódia.


Do G1 Caruaru