segunda-feira, 22 de abril de 2013

Defesa Civil visita áreas de risco em Santa Cruz do Capibaribe



Após as chuvas que atingiram Santa Cruz do Capibaribe da madrugada de sábado (20), a Coordenação da Defesa Civil fez um trabalho de visita a alguns pontos de áreas de risco do município.

De acordo com o Diretor da Defesa Civil, Bartôl Neves, a favela da Cohab foi a área mais atingida do município. O local recebeu um trabalho emergencial de uma comissão coordenada pela Defesa Civil, em conjunto com as secretarias de Cidadania e Inclusão Social e Infraestrutura.


A comissão tomou medidas emergenciais. A psicóloga do CREAS, Cintia Carvalho, a assistente social do CRAS, Helena Andrade e o Diretor da Defesa Civil realizaram um trabalho de conscientização das duas famílias que estavam com as moradias comprometidas, realizado orientações sobre os procedimentos a seguir. O diretor da limpeza urbana, José Teotônio fez medidas de contenção com a construção de barreiras e desvio das águas para o canal que existe no local.

“Devido ao fato das casas não terem rede de esgoto, não há escoamento das águas, daí a necessidade de se construir barreiras de contenção e limpeza dos córregos próximo ao local”, observou José Teotônio.

“Todos os moradores da favelinha da Cohab foram contemplados com as casas do Loteamento Jaçanã, porém enquanto essas famílias não forem transferidas, temos que fazer um trabalho de prevenção e proteção à essas pessoas que moram em áreas de risco”, frisou Bartôl Neves.

“Nosso governo tem o compromisso de cuidar e de proteger todos os santa-cruzenses, por isso que nos esforçamos e incluímos as famílias da Favelinha da Cohab no programa habitacional do Loteamento Jaçanã, em breve esses cidadãos receberão um local adequado para morar”, ressaltou o prefeito Edson Vieira.

Informações da Assessoria.



Nenhum comentário:

Postar um comentário