domingo, 15 de dezembro de 2013

Empresa contratada para fornecimento de merenda escolar está sendo investigada pela Polícia Federal


A empresa A.S. Comércio e Representações LTDA, contratada pela Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, através de dispensa de licitação, no início deste ano, aparece entre as três empresas que estão sendo investigadas pela Polícia Federal por supostos envolvimentos em fraudes, que incluía a participação conjunta em processos licitatórios de empresas cujos sócios são parentes próximos (irmãos, pais e filhos, etc.). Também foi verificada a prática de superfaturamento no preço das mercadorias fornecidas a várias prefeituras.


Galpão encontrado pela PF no Recife (Fotos: Assessoria PF / Para o Blog do Ney Lima)



Estão sendo cumpridos 21 mandados judiciais: 14 mandados de busca e apreensão e 7 de condução coercitiva nas prefeituras municipais de São Lourenço da Mata/PE, Vitória de Santo Antão/PE, Ipojuca/PE e Salgadinho/PE, além de empresas e escritórios de contabilidade. A documentação arrecadada será analisada pela perícia da PF e pela CGU.




Durante a operação, os policiais apreenderam material alimentício vencido com data adulterada, além de dinheiro arrecadado no esquema.


 Dinheiro apreendido pela PF na operação que investiga suposto esquema de empresas com prefeituras pernambucanas


O contrato da empresa A.S. Comércio e Representações LTDA com a prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe ainda não está sendo investigado pela PF. Porém, vereadores de oposição devem levar o contrato de dispensa de licitação a conhecimento dos investigadores.




Contrato com empresa fornecedora de merenda foi feito poucos dias após contrato da KMC Locadora




O contrato da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe com a empresa A.S. Comércio e Representações LTDA, investigada pela Polícia Federal por fraude envolvendo contratos com prefeituras pernambucanas, foi feito em fevereiro de 2013, 18 dias após o contrato com a empresa KMC Locadora de Veículos, investigada pelo Ministério Público por suposto uso de endereço fantasma e pela ligação dos sócios com o gabinete do deputado Diogo Moraes.

Ambos os contratos foram feitos durante nos dias em que o município esteve sob efeitos do decreto de situação de emergência, procedimento que permitiu ao prefeito Edson Vieira contratar empresas com dispensa de licitação.

O contrato entre a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe e a empresa A.S. Comércio e Representações LTDA tem valor superior a R$ 1,3 milhões.


.

 Foto: Ney Lima – Arquivo





Fonte Blog do Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário