quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Ex-deputado Pedro Corrêa será transferido para Jataúba e vai trabalhar em PSF de Santa Cruz do Capibaribe






O ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE) será transferido do presídio da Papuda, em Brasília, para a cadeia pública de Jataúba (PE), as informações foram apuradas nesta quarta-feira (18), com absoluta exclusividade pelo Blog do Ney Lima.


Ele foi condenado no processo do mensalão a 7 anos e 2 meses de prisão, em regime semiaberto, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

À época do “escândalo” ele era o presidente nacional do PP e teria recebido dinheiro de Delúbio Soares, então tesoureiro do PT, para reforçar a bancada governista na Câmara Federal, embora negue a existência do “mensalão” e a prática de qualquer ilegalidade.

A prisão do ex-deputado foi determinada no último dia 4 pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa.

Seus familiares pensaram em pedir a transferência dele para o distrito de Fazenda Nova, onde ele possui fazenda e domicílio eleitoral, mas essa hipótese foi descartada pela Justiça porque lá não existe cadeia pública.

A segunda alternativa era a penitenciária agrícola de Itamaracá, mas ela também foi descartada porque se encontra em péssimas condições físicas.

Restou como terceira alternativa a transferência para Jataúba, após ele ter arranjado emprego num PSF (Programa Saúde da Família) de Santa Cruz do Capibaribe, que fica a 36 km de distância, ganhando um salário mensal de 5 mil para trabalhar como médico.

A juíza de Jataúba já foi consultada sobre o pedido de transferência e não fez qualquer objeção.

Como terá emprego certo, a Lei das Execuções Penais garante ao ex-deputado o direito de trabalhar durante o dia e recolher-se à prisão no período da noite, já que a pena que lhe foi imposta é em regime semiaberto.

Seu filho Fábio Corrêa Neto está fazendo gestões junto ao juiz das Execuções Penais do Distrito Federal para que essa transferência seja feita antes do Natal. A dificuldade é arranjar passagem aérea nesse período.

Blog do Ney Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário