sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Ministro Noronha revoga decisão monocrática e processo que decidirá o futuro do Brejo da Madre de Deus será julgado pela corte do TSE na terça-feira (16)



O processo que irá decidir a situação politica do  Brejo da Madre de Deus 
entrou na pauta da próxima terça-feira (16) para ser julgado pela corte do 
Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e ao que tudo indica, teremos agora o 
final dessa “longa metragem”.

O Ministro João Otávio de Noronha que antes tinha dado uma decisão 
monocrática dizendo que a matéria era simples, reconsiderou sua decisão. 
Noronha deferiu o agravo regimental interposto por Roberto Asfora para 
que a decisão do recurso especial, que foi interposto por Edson, fosse julgado 
pelo plenário do TSE. Agora, a decisão fica nas mãos dos sete ministros e não 
apenas com a decisão de Noronha, que por sua vez, poderá mudar ou 
permanecer com a mesma opinião, ou seja, ele pode continuar a favor 
de Dr. Edson, mas também poderá mudar o voto e ficar contra.

Como o ministro relator reconsiderou o voto monocrático, em tese, 
Roberto Asfora já poderia retornar para a prefeitura na segunda-feira 
(15), mas como o julgamento acontecerá na terça (16), o mais coerente 
é aguardar a decisão final do Tribunal Superior Eleitoral.

A expectativa para que tudo se defina é enorme por parte dos eleitores 
de Roberto Asfora que poderá retornar ao comando do município e 
também dos eleitores de Dr. Edson que torcem pela sua permanência.

Do Estação Notícias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário