Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Trabalhando

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Recife: presa com 15 quilos de cocaína destino Europa



Estudante que residia na Zona Sul da capital pernambucana foi flagrada, na quinta (19), no aeroporto, quando tentava embarcar com droga para a Europa.
G1 PE
A Polícia Federal em Pernambuco prendeu em flagrante na madrugada de quinta-feira (19), no Aeroporto Internacional do Recife/Gilberto Freyre, uma estudante que transportava 15, 6 quilos de cocaína. A droga estava escondida em duas obras de arte confeccionadas por um artesão de Olinda, na Região Metropolitana.
Foi a primeira ação contra o tráfico internacional realizada pela PF, este ano, no aeroporto. Com essa descoberta, a PF já superou toda a quantidade desse tipo de entorpecente apreendida no terminal aeroportuário da capital pernambucana, em relação a 2016.
O entorpecente, segundo a PF, é oriundo da Colômbia. A descoberta foi feita a partir de uma fiscalização de rotina no aeroporto. A bagagem da mulher, de 49 anos, residente do Ipsep, na Zona Sul do Recife, foi analisada ao ser embarcada no avião. O destino final seria Hamburgo, na Alemanha.
Por volta da 1h, os Policiais Federais perceberam que as malas estavam muito pesadas. Também continham duas grandes peças artísticas não identificadas misturadas com as suas roupas.
Lá, estavam dois grandes bustos de imagens, possivelmente budistas. Assim, os federais encontraram uma substância branca. Ao passar pelo narcoteste, houve a confirmação para cocaína.
Sem antecedentes criminais, a estudante foi levada para a sede da PF no Centro do Recife. Ela acabou sendo autuada por tráfico internacional de drogas. Caso seja condenada, poderá pegar penas que variam de 5 anos a 20 anos de reclusão.
No interrogatório, de acordo com a Polícia Federal, a mulher informou que estava passando por problemas financeiros. Por isso, resolveu aceitar a proposta de uma pessoa que conheceu no Recife.
Segundo o plano, ela receberia R$ 20 mil para levar a droga para a Europa. Na Alemanha, deveria entregar a cocaína a uma pessoa que se identificaria logo após o desembarque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário