Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Trabalhando

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Ministério Público manda derrubar barreiras em terrenos particulares que impediam o curso da água para as Barragens de Santana I e II em Brejo da Madre de Deus

Um total de 6 pequenas barragens foram destruídas
Momento em que a Polícia, funcionários da Compesa e Prefeitura
 chegaram na propriedade de Mané de Capitão

O morador da zona brejeira Renato Aparecido dos Santos procurou o Ministério Público (MP) do Brejo da Madre de Deus e denunciou uma prática ilegal por parte de alguns proprietários de terrenos, que estavam desviando a água no Riacho Santo Antônio, que abastece as Barragens de Santana I e Santana II, para a utilização comercial desta água.

Visando o bem coletivo, o Promotor de Justiça Dr. Antônio Rolemberg oficiou a prefeitura para que os proprietários fossem notificados pela Secretaria de Agricultura do Município, afim de que parassem imediatamente com tal prática e no prazo de 24 horas retirassem seus equipamentos.

Como a notificação não foi atendida, o Ministério Público solicitou que a prefeitura e a Compesa fossem até as propriedades e demolissem todas as barreiras, poços e quebrasse todas as encanações que estivessem desviando a água prejudicando a população.

Coma presença da Polícia Militar, funcionários da Compesa e da Secretaria de Agricultura foram na manhã da quarta-feira (1º) até os sítios Santana e Ladeira Preta e nas propriedades dos senhores Marcelo Vieira, conhecido por Marcelo de Bento, Manoel de Capitão, Zé Ferreira e Del de Dema destruíram as tapagens e barreiros.

A desobstrução aconteceu em 4 propriedades
Veja detalhes da denúncia feita ao MP
Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário