terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

PCdoB vai mesmo lançar candidato próprio a presidente, garante Luciana Santos



A presidente nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos (PE), reafirmou nesta segunda-feira (13) que o partido avalia a possibilidade de lançar candidato próprio à Presidência da República em 2018, interrompendo sua aliança histórica com o PT (no primeiro turno), iniciada em 1989, primeira vez que Lula concorreu ao cargo, perdendo para Fernando Collor.
As opões do PCdoB para disputar a Presidência da República são apenas três: o ex-deputado Aldo Rebelo (SP), que já foi presidente da Câmara Federal e ministro da Defesa, Esporte, Ciência e Tecnologia e Relações Institucionais, o governador Flávio Dino (MA) e a deputada federal Jandira Feghali (RJ).
Aldo Rebelo só vai se for “na marra” porque está sem mandato e desmotivado para entrar numa disputa presidencial. Quanto a Flávio Dino, parece também ser remota a hipótese de renunciar ao Governo do Maranhão para entrar numa aventura.
Restaria a opção Jandira Feghalli, que poderia entrar na disputa sabendo antecipadamente que o PCdoB-RJ perderá a cadeira que tem na Câmara Federal.
“Estamos com a avaliação de que vivemos uma fragmentação razoável no nosso campo político. E num ambiente desses de crise política, com fortes ares de crise institucional, como muita instabilidade, ao contrário de buscar um caminho na defensiva, avaliamos que vale muito a afirmação de um pensamento para o país”, afirmou Luciana Santos.

Inaldo Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário