Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Trabalhando

quinta-feira, 23 de março de 2017

Coletiva de imprensa marca junção entre diretoria e torcida em prol do Ypiranga





A sede do clube Ypiranga foi palco de um momento histórico na noite desta quarta-feira (22), sendo sacramentada a junção dos atuais diretores do clube e a torcida. Com isso, o grupo de torcedores, 
organizado por uma comissão de oito pessoas e intitulado “Unidos pelo Ypiranga” se junta a diretoria para buscar melhorias e com o objetivo do ressurgimento da equipe.

Participaram da mesa de entrevista e que utilizaram a fala, o presidente Nerivaldo (Birna); diretor de futebol, Rubens Monteiro; o diretor jurídico, Antônio Gomes; além do representante do grupo “Unidos pelo Ypiranga”, Eduardo Pereira.

O diretor responsável pela parte do futebol, Rubens Monteiro iniciou as falas e comentou sobre a participação do grupo ‘Unidos pelo Ypiranga’ e a sociedade santa-cruzense junto a atual diretoria, para o ressurgimento do Ypiranga no cenário do futebol estadual.

“Contamos com o apoio de todos os torcedores e sociedade e esse grupo (Unidos pelo Ypiranga) que veio para somar, pois a coisa não é fácil, mas estamos juntos e vamos em busca de uma alternativa para que possamos colocar o Ypiranga no local onde ele merece. E esse encontro é um grande passo que já foi dado, que é essa união dos torcedores com o Ypiranga, pois só assim sentimos mais fortalecidos” – destacou.

Rubens falou em relação ao projeto da criação de escolinhas do clube e ressaltou que as mesmas servirão para o surgimento de novos atletas para o clube.

“Estamos começando a acertar já essa questão da escolinha para o clube, mas acredito que isso é um trabalho fundamental que toda equipe tem que ter e que com isso, irá criar a identidade do garoto com o Ypiranga. Vamos fazer um trabalho que tem que ser a longo prazo, pois quando for defender as cores do clube, a pressão aumenta e isso também tem que ser bem trabalhado” - frisou.
O diretor jurídico, Antônio Gomes, comentou sobre e atual situação que se encontra o clube na questão burocrática.

“O Ypiranga se encontra com um problema sério que são as dívidas, entre elas, a sede do clube se encontra penhorada devido a um processo trabalhista. Com isso, imediatamente, tentamos criar soluções, reformamos a área das piscinas para que pudéssemos obter receitas, atualmente, estamos com as reformas das quadras, e então iremos para campo” – citou.

Na oportunidade, foi repassado aos órgãos de imprensa, um material impresso sobre o detalhamento financeiro do clube, envolvendo entradas e saídas nos
últimos meses. Ele frisou que atualmente, o Ypiranga se encontra com apenas 13 sócios contribuintes e ressaltou que o objetivo será buscar parcerias no intuito de arrecadar fundos para o clube e que o mesmo possa disputar a Série A2.

“Temos que destravar a nossa conta que se encontra bloqueada, para fazermos um parcelamento mensal, e ao destravar as questões de INSS, iremos obter a nossa certidão negativa que é a principal chave de acesso para recebermos o nosso investidor tanto público quanto privado e então, almejar a tão sonhada Série A2.” – analisou.

O presidente da torcida organizada, Igor Henrique falou da parceira entre o grupo de torcedores e a diretoria.

“O intuito desse grupo é ajudar o clube, nosso intuito será ajudar e fiscalizar, pois a partir de hoje queremos transparência e essa é hora de olhar para frente. Estamos empenhados e felizes em ver que tem gente capacitada dentro da atual diretoria” – falou.

O representante do grupo, “Unidos pelo Ypiranga”, também se disponibilizou em ajudar o clube e aproveitou o momento para fazer um desabafo em relação a atual situação que se encontra o clube.
“Com essa junção, estamos buscando reerguer o nosso Ypiranga e coloca-lo no lugar que ele nunca deveria ter saído, mas infelizmente acontecem muitas coisas que a gente não gostaria que ocorressem. Nós sabemos que futebol é caro, porém estamos juntos. O clube está precisando de todos nós e a sociedade. Com isso, estamos acreditando nesta diretoria e que ela não nos desaponte” – analisou.
Durante o seu discurso Eduardo Pereira afirmou que um dos projetos para arrecadar fundos seria a realização de uma partida amistosa envolvendo ex-atletas do Ypiranga e que segundo o mesmo, a partida seria no Estádio Otávio Limeira Alves, para mostrar a sociedade a atual situação do estádio. 

Outra opção divulgada para obter recursos, foi sobre vendas de novas camisas comemorativas do clube, que serão confeccionadas em breve .

Para encerrar o seu discurso, ele revelou uma dívida do clube em torno de R$ 220 mil, ao ex-atleta do clube, Otacílio, que defendeu o Ypiranga em 2012. Ele ressaltou que essa situação é uma das causas para que a sede esteja penhorada.
Após o encontro, foi definido que outras reuniões internas entre os diretores e representantes da torcida serão realizadas, para debater projetos e ir em busca de recursos para o clube.


Assessoria 

Nenhum comentário:

Postar um comentário