Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Trabalhando

sexta-feira, 24 de março de 2017

Mercado paralelo de motos alimenta crime em Caruaru, diz Polícia Militar

Números oficiais da Operação Duas Rodas ainda não foram divulgados.

População pode denunciar desmanches de motos pelo Disque-Denúncia.

O crime ocorrido na última terça-feira (21) em Lagoa do Paulista, na zona rural de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, chamou atenção para uma denúncia grave feita pela Polícia Militar de Pernambuco. 
Após o assassinato de três pessoas da mesma família, os criminosos levaram duas motocicletas que pertenciam as vítimas. Esse fato chamou atenção e mesmo com as investigações em andamento, uma das linhas de investigação é sobre latrocínio, roubo seguido de morte.
Em casos similares, segundo a PM, motos são roubadas para que depois possam ser usadas em desmanches e peças serem vendidas por um preço abaixo do mercado. De acordo com o comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Ely Jobson, a compra de motos e peças roubadas ajuda no aumento da violência.
"Além de colaborar com o crime, isso é uma prática criminosa. Nós alertamos o cidadão que procure estabelecimentos comerciais regularizados e que tenha compra com nota fiscal. Se a pessoa for parada na blitz com uma peça adulterada será encaminhada até a delegacia", disse.
Ainda segundo o comandante, esse tipo de ação ajuda a manter um mercado cladestino de motos. "Isso alimenta o mundo do crime. Está impulsionando os criminosos que praticam esse tipo de assalto visando a motos porque tem quem compre", explicou.
Operação
Para coibir esse tipo de crime, a Polícia Militar cirou a Operação Duas Rodas, que tem o objetivo de fiscalizar as motos na cidade e diminuir o índice de roubos em Caruaru. O comandante lembrou ainda que a população pode denunciar locais com desmanche de motos por meio do Disque-Denúncia pelo telefone: 3719-4545.

Do G1 Caruaru 

Nenhum comentário:

Postar um comentário