Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Trabalhando

segunda-feira, 27 de março de 2017

Transferência de dez presos não tem relação ao caso de Lagoa do Paulista

Seres informou que decisão de mudar detentos foi devido a uma confusão.

Briga entre internos foi rapidamente controlada e presos foram transferidos.


Por meio de nota a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informou na tarde desta segunda-feira (27) que a transferência de dez presos da Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, não tem relação com a prisão dos suspeitos do triplo homicídio em Lagoa do Paulista, na zona rural da cidade.
De acordo com a Seres, a decisão de mudar os presos do local ocorreu devido a um problema entre eles. "Neste sábado (25) houve uma confusão entre detentos na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, porém a segurança da unidade prisional interviu e estabeleceu a normalidade dentro do presídio evitando que houvesse feridos. Por medida de segurança, dez reeducandos foram transferidos para outras unidades", diz a nota.
O texto informou ainda que a mudança não aconteceu para evitar que os suspeitos do triplo homicídio fossem agredidos por detentos. "A Seres esclarece que esse fato não tem relação com o acolhimento na unidade dos suspeitos do assassinato à família ocorrido no município", finaliza.
A Seres disse ainda que a transferência faz parte da rotina e não disse para qual unidade prisional os presos foram levados e nem os nomes dos presos transferidos.
Do G1 Caruaru 

Nenhum comentário:

Postar um comentário