terça-feira, 6 de junho de 2017

TSE rejeita 4 preliminares propostas pelas defesas


Do G1
Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou na noite de hoje quatro preliminares (questionamentos à regularidade do processo) apresentadas pelas defesas da ex-presidente Dilma Rousseff e do presidente Michel Temer no julgamento da ação que pede a cassação da chapa eleita em 2014.
Após a rejeição dos quatro pedidos, o tribunal concluiu o primeiro dia de julgamento da chapa, que será retomado amanhã pela manhã.
Por unanimidade, os sete ministros da Corte negaram:
1 - Pedido que alegava a impossibilidade de o TSE julgar presidente da República;
2 - Pedido de extinção de duas das três ações em julgamento;
3 - Argumento segundo o qual a ação perdeu o objeto após o impeachment de Dilma, no ano passado;
4 - Preliminar que questionava a ordem de testemunhas ouvidas na investigação.
A rejeição dessas preliminares possibilita que o julgamento prossiga em direção à análise das acusações do PSDB de abuso de poder político e econômico na disputa.
Se os ministros entenderem que tais acusações são procedentes, Temer poderá ter o mandato cassado e Dilma ser impedida de se candidatar a novos cargos políticos por 8 anos.
Após a decisão, a sessão foi suspensa para que análise de outras preliminares seja retomada na sessão desta quarta (7), marcada para as 9h.
Na ocasião, deverá ser analisada outra preliminar, defendida pelas defesas de Dilma e Temer, que pede a eliminação de provas entregues pelos executivos da Odebrecht no acordo de delação premiada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário