Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Trabalhando

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Suspeitos de praticar assaltos são detidos com drogas, arma de fogo e moto adulterada em Santa Cruz


 Na tarde desta terça-feira (08) dois elementos foram detidos envolvidos com posse ilegal de arma de fogo, drogas, veículo adulterado. A Polícia Militar recebeu informações de que na Rua Severino Ferreira de Abreu, bairro Dona Lica I, em Santa Cruz do Capibaribe, residia um elemento conhecido por “Catraca”, que seria suspeito de praticar vários assaltos na região em uma moto de cor preta.

De posse das informações, o efetivo seguiu até o endereço acima citado e ao chegar no imóvel um jovem identificado por “Lucas” de 20 anos de idade foi abordado, porém com o mesmo nada de ilícito foi encontrado. Em seguida, o jovem foi questionado se ele conhecia “Catraca”, e ele respondeu que o mesmo se encontrava dentro da residência, neste momento, Erick André de Lima, mais conhecido por “Catraca” (20 anos) tentou sair do local, mas foi interceptado e abordado pelo efetivo.

 Na abordagem, Erick foi questionado sobre possíveis roubos que estaria praticando na região, porém ele negou os fatos e relatou que estaria apenas com uma pequena porção de maconha na cozinha, a qual foi encontrada sobre um armário, que ao proceder por uma revista mais minuciosa foram localizados três celulares, os quais seriam produtos de roubo conforme Erick respondeu.

No momento em que o efetivo se encontrava no imóvel, um elemento identificado por Willian da Silva Xavier (20 anos) entrou em contato com Erick, o chamando através de um áudio para realizar assaltos e postou em seguida uma arma de fogo. Após observar o fato, o policiamento seguiu até o endereço de Willian, que ao chegar no local se tratava de um Lava Jato na Rua Santo Antônio, bairro São Jorge.
No interior do estabelecimento, havia uma moto Bros com o motor adulterado, que ao ser perguntado sobre o convite para praticar assaltos, Willian negou que teria entrado em contato com Erick e que não tinha conhecimento sobre a arma de fogo, a qual constava na imagem que foi enviada através de um aplicativo.
Após autorização por parte do pai do suspeito, o efetivo fez buscas na residência de Willian, onde foi encontrado em cima de um guarda roupa, um revólver calibre 38, com seis munições intactas do mesmo calibre, além de R$ 3.350,00 em espécie, em relação ao valor, Willian relatou que seria fruto de uma moto que teria vendido.
Diante das informações, os três suspeitos juntamente com os materiais apreendidos foram conduzidos para a delegacia de polícia local, onde Lucas e Erick foram liberados, sendo que este último responderá um TCO por uso de entorpecente. Já Willian foi enquadrado por receptação, adulteração de veículo e porte ilegal de arma de fogo.

Blog do Ney Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário