Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Trabalhando

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

PT aprova abertura de processo para expulsar Palocci

Do G1
O diretório do PT em Ribeirão Preto (SP) aprovou, hoje, a abertura de um processo que pode resultar na expulsão do ex-ministro Antônio Palocci da legenda.
Um dos acusados de formar uma organização criminosa com a cúpula do partido em Brasília (DF) pela Procuradoria-Geral de Justiça na Operação Lava Jato, ele será alvo de uma comissão de ética pelas declarações feitas contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro.
No último dia 6, ele disse que Lula mantinha um “pacto de sangue” com o empresário Emílio Odebrecht, o que incluía um pacote de R$ 300 milhões em propinas para o PT, além de agrados ao ex-presidente.
O parecer final do conselho de ética deve sair em até dois meses, estima o presidente local do PT, Fernando Tremura. “Ele está tentando salvar a pele dele, mas em contrapartida ameaça o nosso projeto. Temos essas declarações como inverídicas”, diz.
Palocci fez toda sua trajetória política filiado ao diretório de Ribeirão Preto, onde nasceu. Inscrito na legenda pelo município paulista desde a fundação, em 1981, ele foi vereador, deputado estadual, prefeito por duas vezes e deputado federal, antes de assumir o Ministério da Fazenda no governo Lula e da Casa Civil, no primeiro escalão de Dilma Rousseff.
Processo de desfiliação
O processo administrativo do PT foi aprovado nesta segunda-feira por unanimidade entre os 9 membros votantes da Executiva local na reunião, que contou com representantes locais e regionais da sigla.
Palocci responderá à comissão formada por seis integrantes, que deve avaliar em até dois meses a expulsão ou não do ex-ministro.
Nesse período, ele também terá a chance de apresentar sua defesa, mesmo que à distância, afirma Tremura. “A comissão é autônoma, ela que vai decidir se vai ser por uma carta precatória ou correspondência. Depende como é o procedimento na Polícia Federal”.


O parecer final deve, então, ser submetido a votação na Executiva local do PT. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário