segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Familiares e amigos promovem campanha de doação para tratamento de mulher com câncer


Nesta segunda-feira (29) o blog dá publicidade a um caso de uma jovem de 29 anos, Keila Martins Patrícia de Souza Silva (foto acima), que reside no distrito de São Domingos (de Brejo), diagnosticada com Melanoma Maligno, tipo de câncer de pele extremamente agressivo, ao qual luta contra a doença há cerca de dois anos.
Familiares e amigos estão protagonizando uma campanha na tentativa de se conseguir um dos medicamentos que faltam para auxiliar nessa nova etapa do tratamento, campanha está organizada por três pessoas: José Marcelo Soares Silva (cunhado), Genildo da Silva (amigo) e Kleiton Martins de Souza (irmão de Keila). O medicamento em questão é o Cotellic, onde cada caixa suficiente para apenas 30 dias de tratamento, custa em torno de R$ 18 mil.
José Marcelo, Genildo da Silva e Kleiton Martins – Fotos: Janielson Santos
.

Médicos já doaram um dos medicamentos necessários, porém…

De acordo com um laudo apresentado por eles, que contém assinatura de seis oncologistas, o medicamento que falta precisa ser administrado com urgência aliado ao medicamento Zelboraf, que a paciente já possui graças a doação, de forma solidária, de uma caixa por cada um dos oncologistas.
Cada uma dessas caixas doadas custa R$ 8.492,00. José Marcelo falou sobre a necessidade da campanha pois, segundo ele, o medicamento não é fornecido gratuitamente pelo SUS ou pela rede estadual de saúde.


“Hoje, vamos ter uma audiência no fórum de Santa Cruz para vermos um meio de o poder judiciário estar obrigando o Estado a pagar, mas isso requer um tempo, 15, 20 ou 30 dias e ela não dispõe desse tempo todo. Por isso, que deflagramos essa campanha, para uma caixa, um tratamento de um mês… Até o judiciário estar se posicionando contra o estado para fornecer o tratamento dela” – disse.

.

Situação atual da paciente e a corrida contra o tempo

De acordo com eles, Keila ficou com sequelas visíveis devido ao câncer, onde já teve uma das orelhas amputadas. Ela também já passou por uma cirurgia, pelo fato da doença ter afetado outros órgãos e procedimentos como radioterapia e quimioterapia não teriam eficácia, segundo médicos.

“Eles disseram para nós que, se chegassem a fazer qualquer um desses dois tratamentos, só estariam judiando dela, fazendo ela sofrer ainda mais e que não teria serventia alguma nesse caso específico. É um câncer muito raro, muito agressivo, e precisamos desse medicamento para dar uma sobrevida a ela” – pontuou José.

Ainda de acordo com o laudo apresentado, o câncer já se alastrou para órgãos como pulmões e fígado, mas ainda é reversível de acordo com os médicos. Kleiton falou sobre a campanha.

“Nos sentimos de mãos atadas em relação a nossa irmã e também com a justiça. Sabemos que agora, no carnaval, vai entrar em recesso e ela não tem muito tempo para esperar um parecer favorável. Começamos essa campanha em redes sociais, “Todos por Keila”, e já começamos a ter apoio. Quero já agradecer a aqueles que já nos ajudam” – disse Kleiton.

Para quem quiser ajudar na compra do medicamento, foi disponibilizada uma conta para depósito, em qualquer valor:
.
Caixa Econômica Federal
Agência 1038; OP – 013, Conta 00012100/4, em nome de José Maurício S. Silva.
Contatos via WhatsApp para doações e informações:
(81) 9-9309-0498 (José Marcelo); (81) 9-9396-3068 (Genildo); (81) 99655-1761 (Kleiton)


Blog do Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário