quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Armando tropeçou de novo!

Walter Borges*

O PTB do senador Armando Monteiro e do deputado José Humberto Cavalcanti deveriam se acanhar  para falar do PSB. Primeiro porque deveriam cuidar do próprio palanque, carregado até a boca  pela “Turma do Temer” em Pernambuco. Segundo porque o PTB em nível nacional apoia o PSDB, mas ele esconde essa informação na tentativa de enganar o povo de Pernambuco, querendo aplicar aqui os projetos de Temer.
Armando deve o seu mandato à Frente Popular, pois foi eleito pela força política do governador Eduardo Campos, mas desde 2014 preferiu se afastar do nosso campo progressista. Armando preferiu se aliar ao presidente Temer, montando a chapa eleitoral mais conservadora e anti-povo da história política de Pernambuco.
O que mais irrita Armando é o protagonismo local e nacional do governador Paulo Câmara. Do alto de sua arrogância patronal, Armando não consegue engolir que um servidor público seja um bem sucedido líder, tanto na gestão pública quanto nas articulações políticas.
Paulo tem sido um defensor ferrenho da unidade das forças populares nacionais, dialogando com PT, PDT, PCdoB e outros partidos que se disponham a colocar um fim nesse Governo que aí está, um governo fracassado que aqui é apoiado por Armando e sua Turma do Temer. É sob esse princípio que a Frente Popular de Pernambuco derrotará, mais uma vez, a arrogância e a prepotência.
Ao contrário de Armando e da sua turma, o PSB foi contra a reforma trabalhista que tirou direitos dos trabalhadores aumentando ainda mais a precariedade do emprego no nosso País. Armando e sua turma também querem vender o Rio São Francisco, a Chesf e aumentam de forma descontrolada o preço dos combustíveis, do gás de cozinha e também dos planos de Saúde.
É para combater tudo isso que o PSB defende a unidade dos partidos de centro-esquerda.
Viva o Brasil! Viva Pernambuco!

*Walter Borges, ex-vereador de Casinhas e que um dia cometeu o erro de votar em José Humberto Cavalcanti, atual presidente do PTB.


-- 
Assessoria de Imprensa do PSB

Nenhum comentário:

Postar um comentário