terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Brejo, Santa Cruz e Taquaritinga ultrapassam limites de gastos com pessoal entre janeiro e agosto de 2018, diz TCE





Entre janeiro e agosto deste ano, 108 dos 184 municípios pernambucanos excederam o limite de gastos com a folha de pagamento de pessoal, o que representa 59% das prefeituras, de acordo com o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE).
Segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), as prefeituras podem investir até 54% da receita corrente líquida com folha de pagamento.
33 prefeituras estão no limite prudencial (entre 51,3% e 54% da receita), entre elas, está Toritama com 53,08%; e 24 estão no limite alerta (entre 48,6% a 51,3%) com a presença de Jataúba com 48,84%.
Da região com registros acima de 70%, está Brejo da Madre de Deus com 75,34%. Além de Brejo que ultrapassou o limite dos 54%, também estão acima, as cidades de Santa Cruz do Capibaribe (60,51%) e Taquaritinga do Norte (60,95%),
O presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota, não acredita que a quantidade de cargos comissionados contribui para que a maioria das prefeituras tenham superado o teto de gastos com pessoal.
“São muitos fatores que devem ser analisados. Os salários sempre aumentam, mas, numa crise econômica, a arrecadação cai. Se passa a ideia de que isso é causado pelos cargos comissionados, pelo empreguismo, mas isso são casos isolados e esses devem ser penalizados. Apesar disso, não é a situação da maioria”, afirma.

Confira o relatório completo clicando AQUI

Blog do Ney Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário