domingo, 27 de janeiro de 2019

Capilé bate pesado: “Ele (Zé Augusto Maia) foi capaz de humilhar o filho, apenas pelo poder"



O vereador Capilé foi o convidado da edição desta quinta-feira do programa ‘Panorama Político’, que vai ao ar diariamente na Interativa FM (88.9 ouwww.interativa88.com). Na oportunidade ele falou sobre seus planos políticos para 2019, como também, sobre suas mágoas em relação ao ex-deputado Zé Augusto Maia. 

Metas para 2019 -
 “Com muita vontade de trabalhar pelo povo de nossa cidade, principalmente, lutando por aquilo que acredito, sempre em defesa das comunidades mais carentes de Santa Cruz do Capibaribe”, disse ele, que seguiu, “espero seguir com o meu mandato e espero terminá-lo assim, trabalhando em benefício da população de Santa Cruz e não apenas em benefício de projetos políticos”.

As mágoas em relação a Zé Augusto Maia - “Eu quero distância de pessoas que não tem palavra, pessoas que não cumpre com aquilo que foi prometido”, falou Capilé, que seguiu em um tom ainda mais pesado, “não toco mais no nome dessa criatura, de forma alguma. Não tem como eu fazer parte, me juntar com esse tipo de pessoa para nada mais”. 

Os planos divinos - “Respeito, admiração de minha parte ele não tem mais, não quero nenhuma proximidade alguma com ele”, disse o vereador, que na sequência comentou a fala do vereador Augusto Maia, que em entrevista ao ‘Panorama Político’ disse que tudo o que aconteceu na eleição para a mesa diretora da Câmara de Santa Cruz do Capibaribe estava “nos planos de Deus”: “Não cai uma folha seca no chão sem a permissão de Deus, do jeito que ele diz que ‘tudo estava nos planos de Deus’, estava nos plano Dele também que nós nos libertaremos de Zé Augusto”.

A definição - “Ele (Zé Augusto Maia) foi capaz de humilhar o filho, apenas pelo poder. Quando ele fez o que fez nos bastidores daquela eleição, deixou claro que pelo poder ele é capaz de tudo, tudo mesmo”. 


Blog do Cesar melo


Nenhum comentário:

Postar um comentário