sexta-feira, 5 de abril de 2019

Brejo – Oposição denuncia possível armazenagem de combustível dentro de escola




Os vereadores de oposição em Brejo da Madre de Deus, Bolão e Robertinho Asfora, estiveram na Escola Santa Maria no distrito de São Domingos na manhã desta sexta-feira (05), para averiguar denúncia de armazenamento de combustível dentro da unidade de ensino.
De acordo com Robertinho, as denúncias partiram de populares, incluindo mães de alunos. Os parlamentares também se baseiam em uma imagem, onde homens aparentemente abastecem o ônibus escolar enfrente à escola, com galões (dois deles semelhantes aos apreendidos).
Ainda segundo Robertinho, o diretor da escola teria tentado atrapalhar a fiscalização dos vereadores, com a demora de aproximadamente 2h para abrir um dos cômodos, onde estavam guardados galões e funil. Os vereadores afirmam que os recipientes estavam sujos e com forte cheiro de combustível, apontando para uso no abastecimento.
Armazenar combustível ilegalmente é crime ambiental. Além disso, os vereadores alertam para o perigo por se tratar de produto altamente inflamável.


“Acredito que a gente foi eleito pelo voto e estamos honrando o nosso trabalho de fiscalizador”, disse Robertinho, que completou em seguida “Não somos peritos, mas temos as fotos e galões apreendidos para que as autoridades tomem os providência e façam os procedimentos necessários”.
O secretário de governo, Aelson Souza, reforça que os galões estavam vazios e argumenta que os produtos estavam guardados desde o ano passado, período em que houve a greve dos caminhoneiros.
Ele sustenta ainda que, mesmo no período de greve, em nenhum momento os galões estiveram com combustível dentro da unidade de ensino, sendo usados apenas em momentos críticos para ‘socorro’ aos veículos escolares parados nas estradas.
O secretário acrescentou também que os galões estavam em um almoxarifado, distantes das salas de aula e que a demora para a abertura do local, se deu por que a funcionária que estava com a chave não estaria na escola, na chegada dos vereadores.

A questão foi levada para delegacia de Santa Cruz do Capibaribe. A polícia investiga o caso.

Blog do Ney Lima 


Nenhum comentário:

Postar um comentário