sexta-feira, 24 de maio de 2019

Governo de Pernambuco e Fetraf discutem fortalecimento da Agricultura Familiar



Em encontro realizado no Palácio do Campo das Princesas, nesta sexta-feira (24), o Governo do Estado e a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar de Pernambuco (Fetraf-PE) discutiram ações para o fortalecimento da agricultura familiar. Representando o governador Paulo Câmara, que precisou cumprir agenda em Petrolina, o secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, o secretário executivo de Articulação da Secretaria da Casa Civil, Eduardo Figueiredo, e o secretário executivo de Gestão da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Diego Pessoa, receberam a comitiva da federação.

Entre as demandas apresentadas, como parte da Jornada de Lutas da Agricultura Familiar, estão acesso ao crédito fundiário, investimento em infraestrutura hídrica, assistência técnica rural, apoio para comercialização de produção, desenvolvimento de projetos e irrigação, alteração no programa Chapéu de Palha e acesso ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) – esses últimos ligados, respectivamente, às secretarias de Planejamento e Gestão e de Educação.

De acordo com o secretário Dilson Peixoto, alguns itens da pauta já podem ser atendidos em breve. “Estamos aguardando a liberação de recursos do Governo Federal para dar início a uma série de ações em infraestrutura hídrica. Esperamos dar início, já no segundo semestre, às ações do Programa de Integração do São Francisco (Pisf) e do Projeto Água Doce”, afirmou. O primeiro programa prevê implantação de sistemas simplificados de abastecimentos em comunidades localizadas a até 5 quilômetros das margens dos canais da transposição e o segundo contempla a instalação de dessanilizadores nas comunidades rurais.

“O encontro foi bastante produtivo e já saímos daqui com uma agenda de trabalho, que já vai começar no início do próximo mês. O secretário explicou que alguns itens dependem de orçamento e só poderão ser atendidos no próximo ano. Mas outras demandas já podem ser agilizadas a partir de agora”, avaliou o coordenador-geral da Fetraf, João Santos.

Além das demandas específicas da secretaria, a pauta de reivindicações inclui programas de outras pastas, como Meio Ambiente, Educação e Planejamento. Nesses casos, o secretário se comprometeu a agendar novas reuniões com os titulares de cada pasta para debater as demandas. “Tenham a certeza que estamos no mesmo barco nessa luta pelo desenvolvimento da Agricultura Familiar”, reforçou Dilson.


Nenhum comentário:

Postar um comentário