segunda-feira, 8 de junho de 2020

Pernambuco zera fila de espera por leitos de UTI para Síndrome Respiratória Grave, diz governador


Pronunciamento foi feito neste domingo (7).Taxa média de ocupação dos leitos dedicados à Covid-19 está em 76%, sendo de 62% em enfermarias e 96% em UTIs.




O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), informou, neste domingo (7), que o estado conseguiu zerar a fila nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) voltadas para Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Segundo a Central de Regulação de Leitos, responsável pelo encaminhamento de pacientes ao SUS, a oferta de vagas é maior do que a demanda de pacientes, o que faz com que as solicitações tenham disponibilização imediata.

"Depois de momentos muito difíceis, quando chegamos a ter mais de 300 pessoas em uma fila por leito de terapia intensiva, conseguimos zerar a espera por UTI na rede estadual de saúde. Esta marca que alcançamos hoje é fruto da decisiva colaboração dos pernambucanos, que entenderam a mensagem e adotaram um isolamento social mais rígido", disse Câmara, em pronunciamento transmitido pelas redes sociais.

De acordo com o governo do estado, 1.543 leitos foram colocados em funcionamento em 20 municípios ao longo da pandemia provocada pelo novo coronavírus. Desses, 688 são em UTIs e 855 em enfermarias. Já a prefeitura do Recife soma 864 vagas, sendo 212 de UTI e 652 de enfermaria.

As solicitações de internação, que ultrapassaram 2,1 mil em meados de maio, caíram mais de 30%, e chegaram a 1,4 mil na semana passada, segundo o poder Executivo. A tendência de redução vem sendo observada ao longo das duas últimas semanas pela Central de Regulação de Leitos.

Apesar do resultado anunciado neste domingo, o gestor alegou que o momento não é de relaxamento. De acordo com dados divulgados neste domingo (7), a taxa média de ocupação dos leitos dedicados à Covid-19 está em 76%, sendo de 62% nos leitos de enfermaria e 96% nos leitos de UTI.

Coronavírus em Pernambuco

Até o sábado (6), o estado registrou 39.361 casos confirmados de pacientes com a Covid-19. Também foram contabilizados 3.270 óbitos de pessoas com a doença, provocada pelo novo coronavírus.


Do G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário